Novas aquisições – Setembro 2018

Recebemos novas partituras do compositor brasileiro Harry Crowl:
Marinas (2003/4) para piano; Suite antiga brasileira (2006); Enquanto uma grande cidade dorme (2010); Adastra, per aspera (2012); E a cidade desperta (2016-2017); Turris Ebúrnea; “Sapo não pula por boniteza, mas sim por presição”- para flauta, oboé e clarineta; “Ao fundo, o mar ardente”- para violino, viola e violoncelo; “Prismas”- para violino, viola, violoncelo e piano; “Espaços imaginários”- para violino, violoncelo e piano; “Como um vôo de pássaro”- para flauta e piano; “Paisagem de outono”- para Clarineta e piano; “Sexteto”- para piano e quinteto de sopros; “E no princípio era o mar…”- para violino e violão; “Na solidão. em busca de Companhia”- para flauta e violão e “Paisagem de inverno”- para clarineta em lá, violino e violoncelo. Venham conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *