Informativo Eletrônico Semanal CDMC


Coordenação de Documentação de Música Contemporânea, Pesquisa, Documentação e Informação Musical.

Regras para solicitar divulgações no informativo semanal CDMC

Como solicitar uma divulgação no informativo semanal CDMC

Enviar um e-mail com a divulgação desejada para o endereço fwciddic@unicamp.br contendo o resumo da divulgação no corpo da mensagem, com as seguintes informações:

  • Data
  • Horário
  • Local do Evento
  • Link com a fonte da notícia

Enviar apenas mensagens envolvendo o tema música, são aceitos: Concursos, chamadas, divulgações, festivais, notícias e concertos.
*Enviar a mensagem em texto simples (sem figuras ou anexos).

Importante: O prazo da solicitação da divulgação é de no máximo 1 (um) dia antes da divulgação do informativo semanal, ou seja, às quartas-feiras.

Para começar a receber ou cancelar o recebimento do informativo semanal CDMC, acesse o link: www.listas.unicamp.br/mailman/listinfo/cdmusica-l



CONCERTO: III Semana da Escola Livre de Música da Unicamp

Anote na agenda: vem aí a III Semana da Escola Livre de Música!

Entre os dias 01 e 04 de julho a ELM realiza a terceira edição da Semana da Escola Livre de Música, evento gratuito que acontece no Teatro de Arena da Unicamp.As apresentações contam com concertos especiais onde são apresentadas todas as práticas pedagógicas de ensino coletivo trabalhadas com os quase 200 alunos atualmente matriculados.

A Semana da Escola Livre de Música acontece do dia 01/07 até 04/07, sempre no Teatro de Arena, na Unicamp. O evento é gratuito e aberto ao público.

Acompanhe nossas redes que divulgamos em breve a programação.

Site: https://www.ciddic.unicamp.br/ciddic/semana-elm-3/


Î Voltar ao topo

CHAMADA: Dossiê “150 anos de Arnold Schoenberg” (revista Musica Theorica)

A Musica Theorica (Qualis A2), revista da Associação Brasileira de Teoria e Análise Musical (TeMA), convida todos e todas a submeterem artigos científicos ao dossiê “150 anos de Arnold Schoenberg”, que integrará o volume 9.2 (2024).

Arnold Schoenberg (1874–1951) foi um dos mais importantes compositores do século XX. Sua obra é das mais significativas e inovadoras da história da música ocidental. A revista Musica Theorica, por meio desta chamada, visa homenagear este importante compositor austríaco e fomentar a produção teórico-analítica sobre sua obra.

Encorajamos o envio de trabalhos que explorem, a partir de uma perspectiva teórico-analítica, as composições de Schoenberg e de seu círculo de discípulos, sua influência no cenário musical nacional e internacional, e sua obra teórico-analítica.

As submissões passam por avaliações por pares de pesquisadores integrantes do Conselho Editorial ou do Corpo de Revisores ad hoc, que arbitrarão a conveniência, ou não, de sua aceitação. A Musica Theorica aceita submissões em português, espanhol e inglês, e o processo desde o recebimento até a decisão final leva, geralmente, dois meses. A publicação do volume 9.2 está prevista para dezembro de 2024.

Além de submissões para o dossiê, a Musica Theorica recebe, em fluxo contínuo, trabalhos em português, inglês e espanhol sobre teoria e análise musical e suas ramificações em outras áreas do conhecimento musical. As submissões devem seguir as diretrizes estabelecidas na página da revista (http://revistamusicatheorica.tema.mus.br/index.php/musica-theorica/about/submissions) e podem ser realizadas online (preferivelmente) ou, se necessário, por e-mail ao editor (gabrielbianconavia@gmail.com).

O prazo de submissão para o volume 9.2 é 31 de agosto de 2024.


Î Voltar ao topo

CHAMADA: Trabalhos – Dossiê OPUS sobre a música nas ditaduras do Brasil e de Portugal

Está aberta a chamada de trabalhos para o dossiê temático “Ainda guardo renitente um velho cravo para mim…”: a música no Brasil e em Portugal em tempos de ditadura e sua repercussão na atualidade. A Revista Opus conta, para a publicação deste dossiê, com a colaboração dos(as) editores(as) convidado(as)s: Guilhermina Lopes (CESEM -Universidade Nova de Lisboa); Fernando de Oliveira Magre (Faculdade de Música do Espírito Santo); e Ana Cláudia de Assis (Universidade Federal de Minas Gerais)

No ano em que se completam 60 anos do golpe militar no Brasil e 50 anos da Revolução dos Cravos em Portugal, o dossiê se propõe a um diálogo sobre o papel da música e seus atores sociais nas ditaduras destes países, bem como seus desdobramentos na atualidade. Além disso, o dossiê se insere na esteira de outras iniciativas acadêmicas e culturais sobre o tema previstas para 2024.

Calendário:
– prazo para submissão de trabalhos (10/07/2024);
– prazo final para divulgação dos trabalhos aprovados (31/08/2024);
– data de publicação do dossiê (30/11/2024).

Segue o link para a chamada completa:
https://anppom.org.br/wp-content/uploads/2024/03/Revista-Opus-Chamada-2.pdf

 


Î Voltar ao topo

DIVULGAÇÃO: 20º Encontro Internacional de Música e Mídia

Fly me to the Moon! Dos independentes aos algoritmos.

20º Encontro Internacional de Música e Mídia 11 a 13 de setembro, 2024.

“Fly me to the Moon!” –

Este verso faz parte de um dos standards do jazz de inícios da década de 1960. Bem antes de Neil Armstrong pisar na Lua, em 1969, as canções, o cinema e todo um imaginário cultural surgido em torno da ideia da expansão dos limites terrenos em direção ao incógnito ambiente lunar prenunciou o acontecimento com doses generosas de imaginação… Em torno da Lua se desenvolveu uma rica simbologia milenar e, de um modo geral, parece uma constante a ideia de instabilidade que a envolve, mas também a de renovação e mudança. Além disso, a Lua também irradia a luz que “brilha” em meio à escuridão da noite, muitas vezes sendo a única fonte de claridade em alguns lugares; suas fases e faces também inspiram o romance de seres enamorados. Há mesmo um extenso cancioneiro popular em cuja temática aparece a Lua.

Evocamos o astro como nosso ponto de partida para o 20º Encontro Internacional de Música e Mídia. Em sua força simbólica, lança sua luz dando vida a tantas analogias. E o lunático? Qualificativo que se refere a pessoas instáveis, em seu humor ou atitudes, não raro patológicas. Mas lunático também estende um facho de iluminação sobre a postura de idealista, utópico.

Em 2005 iniciavam-se, meio que por acidente, os Encontros MusiMid. Passados vinte anos, é tempo de reavaliar algumas mudanças importantes ocorridas no período. Da cibercultura à cultura das redes e ao estabelecimento de plataformas midiáticas; das produções denominadas independentes até a criação e terceirização de trabalhos técnicos por meio da inteligência artificial, a ação de pessoas idealistas – “lunáticas” – foi essencial e ao mesmo tempo capaz de elaborar ações estratégicas para seguirem adiante com a sua arte face a este novo panorama: são os outsiders, fora do mainstream ditado pelos modismos, opositores também da intelligentsia…

A fim de discutir esses temas e seus desdobramentos, o MusiMid convidou especialistas nos campos interdisciplinares da música, tanto na área acadêmica, como na artística e profissionais do mercado. Nosso anfitrião será o Clube do Choro, localizado no Centro Velho de Santos (SP), que acolherá o evento entre os dias 11 e 13 de setembro, de forma presencial, especialmente no ano em que o Choro se eleva como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

O 20º Encontro Internacional de Música e Mídia convida você a participar das atividades. Mais informações e inscrições na página: www.doity.com.br/20encontromusimid


Î Voltar ao topo