Blog OSU

Eduardo Semêncio (OSU) entrevista ao vivo Gabriel Marin (OSUSP) | Encontros OSU

Nesta semana o violinista da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU), Eduardo Semêncio, recebe para um bate papo Gabriel Marin, violista do Quarteto Carlos Gomes e da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo.

Sobre Gabriel Marin

Natural de Piracicaba, é violista do Quarteto Carlos Gomes e da OSUSP. Em 2004 foi vencedor do Premio Eleazar de Carvalho, sendo agraciado com uma bolsa de estudos no exterior. Estudou na Dinamarca na classe do Prof. Rafael Altino, além de ter ganho bolsa integral da Heinemann Foundation para participar na Suiça do Verbier Festival & Academy, onde foi aluno de Nobuko Imai e Roberto Diaz. Em seu retorno ao Brasil, foi o primeiro viola solo da OSB por 6 temporadas.

Atuou como solista frente a diversas orquestras brasileiras, como OSB, Sinfonicas da Paraíba, Sergipe e Campinas, além de ter tocado a frente da Orchestre D’Auvergne (França). È frequentemente convidado como professor em muitos Festivais pelo Brasil, como Londrina, Gramado, Curitiba e Campos do Jordão. É fundador e idealizador do Encontro Campestre de Violas.

Atualmente, além do Quarteto e da Orquestra, é Professor de Viola e Coordenador de
Música de Câmara no Instituto Baccarelli.

Sobre a série “Encontros OSU”

“Encontros OSU” é um programa semanal onde os músicos da OSU recebem seus convidados, oferecem workshops e compartilham discussões sobre temas importantes para o universo musical.


II Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto: programação completa

Entre os dias 26 e 27 de outubro acontece a segunda edição do Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto, evento interdisciplinar online e gratuito organizado pela OSU (Orquestra Sinfônica da Unicamp) em parceria com o CIDDIC (Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural).

Confira neste post a programação completa do Simpósio!

PROGRAMAÇÃO

TERÇA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO

10:00 – 11:00 – PALESTRA 1: Ernesto Nazareth – entre o erudito e o popular.
Por Prof. Dr. Cacá Machado.
Link: https://www.youtube.com/watch?v=1f-R-Ro6kpw&feature=youtu.be

11:30 – 12:30 – DEBATE 1: “Ingredientes” e Identidade.
Quais são os recursos – sonoros, conceituais, físicos, virtuais, humanos, etc. – utilizados na criação da música de concerto brasileira? E em que sentido os “ingredientes” podem criar conexões que ultrapassam os limites das salas de concerto?
Moderação: Profa. Dra. Denise Hortência Garcia
Convidados(as): Prof. Dr. Jônatas Manzolli, Maestro e Compositor Dr. Antônio Borges-Cunha, Compositor e Prof. Rodrigo Lima, Compositora Silvia de Lucca
Link: https://www.youtube.com/watch?v=HmiYwYMEmns

14:30 – 15:30 – DEBATE 2: Sonoridade do português do Brasil.
Como se constrói a sonoridade vocal no repertório coral e lírico brasileiro? De que maneira a música popular e folclórica afeta a interpretação da música vocal de concerto?
Moderação: Prof. Dr. Angelo José Fernandes
Convidados(as): Maestra Nailse Machado, Maestrina Isabela Sekeff, Soprano Juliana Starling, Malú Mestrinho
Link: https://youtu.be/V2tucrYGIk8

16:00 – 17:00 – PALESTRA 2: A percussão no repertório brasileiro.
Por Prof. Dr. Fernando Hashimoto
Link: https://youtu.be/BJma3_hWFLI

17:30 – 18:30 – DEBATE 3: As Outras Músicas do Brasil.
Quais são as iniciativas que promovem a sustentabilidade da música de concerto brasileira? De que maneira é possível incentivar a diversidade cultural e, paralelamente, fomentar os elos com o público atual?
Moderação: Maestrina Cinthia Alireti.
Convidados(as): Sra. Ana Flávia Cabral Souza Leite, Prof. Fabio Cury, Maestro Rubens Russomanno Ricciardi, Maestro Abel Rocha.
Link: https://youtu.be/SF_e9Ifh5e8


QUARTA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO

10:00 – 11:00 – PALESTRA 3: Música e Cultura no Maranhão.
Prof. Dr. Antonio Francisco de Sales Padilha
Link: https://youtu.be/MJ1g4gWPMJE

11:30 – 12:30 – DEBATE 4: Mercado de Criação.
Quais são as dificuldades e necessidades atuais na área de criação musical? De que maneira a educação musical contribui para a inserção do profissional de criação no meio musical? Quais as tendências deste mercado no Brasil?
Moderação: Maestrina Cinthia Alireti / Ivenise Nitchepurenco
Convidados(as): Compositor Alexandre Guerra, Compositor João Macdowell, violonista e arranjador Paulo Aragão, Prof. Paulo Zuben
Link: https://youtu.be/cNP2HSU3jJ4

14:30 – 15:30 – PALESTRA 4: Diversidade do patrimônio musical brasileiro e suas aplicações na música de concerto.
Por Prof. Paulo Castagna
Link: https://youtu.be/6kCIBcNhi7I

16:00 – 17:00 – ENTREVISTA com Clarice Assad.
Moderação: Maestrina Cinthia Alireti / Prof. Dr. Paulo Tiné
Link: https://youtu.be/SwHIlRCAqts

17:30 – 18:30 – DEBATE 5: Ópera brasileira.
Quais são as histórias que inspiram as produções nacionais? Como funciona o mercado de ópera contemporânea? De que maneira este gênero se transforma para permanecer atual?
Moderação: Maestrina Cinthia Alireti / João Luis Sampaio
Convidados(as): Maestro Gabriel Rhein-Schirato, Jornalista João Luiz Sampaio, Prof. Dr. Leonardo Martinelli, encenadora Livia Sabag.
Link: https://youtu.be/t2-lAkg_wVg

19:00 – CONCERTO “virtual” de músicos da OSU.
Link: https://youtu.be/IObdT2b0XFY

 


II Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto

Entre os dias 26 e 27 de outubro acontece a segunda edição do Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto, evento interdisciplinar online e gratuito organizado pela OSU (Orquestra Sinfônica da Unicamp) em parceria com o CIDDIC (Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural). O objetivo desta edição é oferecer uma reflexão sobre as diversas brasilidades da música de concerto nacional e os caminhos para sua difusão.

De acordo com a idealizadora do evento, Cinthia Alireti, regente e diretora artística da OSU, “a nova edição irá reunir, mais uma vez, criadores, intérpretes, gestores, pesquisadores e embaixadores da música brasileira que atuam em diversas partes do Brasil”. Segundo Alireti, o objetivo central do evento é o de os convidados “compartilhem suas ideias e conhecimentos acerca de questões que influenciam a performance, a criação e a difusão da música de concerto nacional”, complementa.

A abertura e o encerramento desta edição contará com informações sobre dois compositores cujas obras transitam entre o erudito e o popular: Ernesto Nazareth, tema da palestra do Prof. Dr. Cacá Machado, e Clarice Assad, compositora que será entrevista especialmente para o evento.

Entre os destaques ressalta-se o tema da palestra do Prof. Dr. Paulo Castagna, “As Diversidade do patrimônio musical brasileiro e suas aplicações na música de concerto”, além da participação do percussionista e Prof. Dr. Fernando Hashimoto, que irá falar sobre a percussão no repertório brasileiro de concerto. Já o maestro e Prof. Dr. Antonio Francisco de Sales Padilha irá nos levar para uma viagem ao universo musical e cultural do Maranhão.

Já nas mesas de debates estão escaladas discussões que abordam desde questões estéticas, como sobre os “Ingredientes e Identidade” da nossa música de concerto, como a “Ópera brasileira”. Questões de performance serão abordadas na mesa sobre “Sonoridade do Português do Brasil”. Em “As outras músicas do Brasil”, serão levantadas questões que refletem sobre o artístico dentro do mercado nacional, discutindo os caminhos para a sustentabilidade do repertório e a sua difusão. Já o debate sobre o “Mercado de Criação”, uma sólida conversa que traz uma visão sobre a carreira e a produção dos criadores independentes da academia.

SERVIÇO

Evento: II Simpósio “A Identidade Brasileira Na Música De Concerto”

Data: 26 e 27 (terça e quarta-feira) de outubro de 2021

Evento online e gratuito

Inscrições e informações: www.tiny.one/identidade


Dia das Crianças e dos Professores (medley infantil) | OSU Pocket

Episódio especial às crianças e aos professores!
Encerrando a semana das Crianças e no Dia dos Professores, a OSU homenageia essa relação e as músicas que a constroem.
Confira aqui o novo episódio da série “OSU Pocket”: Medley infantil

Vem aí a segunda edição do Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto

Segunda edição também será ao vivo com transmissão pelo YouTube.
O II Simpósio Identidade Brasileira na Música de Concerto é uma iniciativa da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU/CIDDIC). O evento busca refletir sobre as diversas brasilidades da música de concerto nacional e os caminhos para sua difusão.
O evento será dividido em palestras e mesas de discussão envolvendo as seguintes perspectivas:
– Estudos em musicologia e teoria da música de concerto brasileira
– Origens, cultura e materiais nacionais
– Estratégias de promoção e divulgação do repertório nacional
– Questões sobre criação e performance da música vocal e instrumental brasileira
Período
26 e 27 de OUTUBRO de 2021, terça e quarta-feira, das 10:00 às 19:00 (entrada às 9:30).
Formato
O II Simpósio “A Identidade Brasileira na Música de Concerto” será totalmente online, realizado em plataforma Zoom e transmissão simultaneamente no YouTube da OSU.

Artur Huf entrevista Rommel Fernandes | Encontros OSU

Neste novo episódio da série “Encontros OSU” Artur Huf, spalla da Orquestra Sinfônica da Unicamp, recebe para uma conversa online Rommel Fernandes, spalla da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Sobre Rommel Fernandes

Rommel Fernandes é o Spalla em Exercício da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e mantém intensa atividade como recitalista e músico de câmara. Foi solista frente a diversas orquestras, incluindo a Filarmônica de MG, a Osesp (como vencedor do concurso Jovens Solistas), Sinfônica de Campinas, Orquestra Unisinos, Orquestra Sesiminas Musicoop, Orquestra de Câmara da Unesp, Advent Chamber Orchestra e Northwestern University Chamber Orchestra.

Doutor e Mestre em Música com “Honors” pela Northwestern University (EUA) na classe de violino de Gerardo Ribeiro, Rommel frequentou também o Lucerne Festival Academy (Suíça) e o Tanglewood Music Center (EUA). Foi músico convidado das sinfônicas de Boston e Chicago, colaborou com o grupo Fifth House Ensemble, fez parte do corpo docente da North Park University e foi membro da Chicago Civic Orchestra. Natural de Maria da Fé – MG, Rommel iniciou seus estudos musicais no Conservatório Estadual de Pouso Alegre e obteve o Bacharelado em Violino pelo Instituto de Artes da Unesp em São Paulo como aluno de Ayrton Pinto.

Sobre a série “Encontros OSU”

“Encontros OSU” é um programa semanal onde os músicos da OSU recebem seus convidados, oferecem workshops e compartilham discussões sobre temas importantes para o universo musical.


AO VIVO | Cinthia Alireti recebe o compositor e regente Marlos Nobre | Encontros OSU

AO VIVO | 06/10 às 19H

A maestrina da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU), Cinthia Alireti, recebe AO VIVO nesta quarta, 6 de outubro, às 19 horas, o compositor Marlos Nobre, regente titular e diretor musical da Orquestra Sinfônica do Recife.

Sobre Marlos Nobre

Compositor brasileiro, nasceu no Recife em 18-2-1939. Aos 21 recebeu o 1º Prêmio no Concurso “Música e Músicos do Brasil” no Rio de Janeiro, tendo a crítica de O Globo declarado que “Nobre surge como uma estrela a quem parece ter Villa-Lobos entregue o cetro da criação musical do Brasil”. A partir daí, Nobre ganhou 24 prêmios internacionais, destacando o Prêmio UNESCO em Paris (1970) e o Prêmio Tomás Luis de Victoria na Espanha em 2013. Sua obra é gravada em 150 CDs e divulgada em todo o mundo por Orquestras como a Royal Philharmonic (Londres), Orchestre de la Suisse Romande (Suíça), Orquestra da Radio France, Orquestra do Teatro Colón de Buenos Aires. Escreveu obras para Arthur Rubinstein e Yehudi Menuhin.

Foi Presidente do Conselho Internacional de Música da UNESCO e ocupa a cadeira nº 1 da Academia Brasileira de Música substituindo Villa-Lobos. Na atualidade é o regente titular e diretor musical da Orquestra Sinfônica do Recife desde 2013. O dicionário Grove de Música informa ser Nobre o mais importante compositor da América Latina e um dos mais categorizados no plano internacional. Recebeu o Prêmio Tomás Luis de Victoria em Madrid em 2009 como o mais importante compositor da América Latina e Espanha da atualidade. Sua obra abrange todos os gêneros musicais, desde solos, música instrumental, sinfônica e cantatas, sendo divulgada pelo canal no Youtube do próprio compositor.

Sua obra Kabbalah para orquestra foi ovacionada por mais de 6.000 espectadores no PROMS em Londres em 2017 e no Festival de Lucerna, Suíça, regida pela célebre Marin Alsop e a OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo). Foi eleito em Dresden na Alemanha em 1985 por unanimidade como Presidente do Conselho Internacional de Música da UNESCO.

Sobre a série “Encontros OSU”

“Encontros OSU” é um programa semanal onde os músicos da OSU recebem seus convidados, oferecem workshops e compartilham discussões sobre temas importantes para o universo musical.


Carta depois da Chuva, peça de Jônatas Manzolli dedicada à Cinthia Alireti e à OSU | Janelas Abertas

Nesse novo episódio da série “Janelas Abertas” a Orquestra Sinfônica da Unicamp apresenta “Carta Depois da Chuva”, peça de Jônatas Manzolli dedicada à Orquestra e à maestrina Cinthia Alireti.

Orquestra Sinfônica da Unicamp
Cinthia Alireti, regência

Solistas
Rebeca Oliveira, soprano
Sarah Migliori, mezzosoprano
Laura Kimmel, mezzosoprano
Fernanda Vieira, vibrafone
Gabriel Angelo, violão
Angela Duarte, harpa
Artur Huf, violino

CARTA DEPOIS DA CHUVA

só depois da chuva
que o cheiro do ar
se enche de terra.

só depois das gotas
que as janelas reluzem
cristais feitos de luz.

só depois do vento
o lamento que houve
é canto.

só quem vive o outono
é que sabe amar
a cor do chão
depois da chuva.

Vídeo de depoimento sobre a peça, por Jônatas Manzolli

Sobre a série “Janelas Abertas”

A série “Janelas Abertas” traz performances de obras musicais compartilhadas pelos músicos da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) diretamente de suas “janelas virtuais”.


Stand by me (Ben E. King) | OSU Pocket especial #setembroamarelo

O mês de setembro termina na data de hoje, porém temos um recado tão importante que ele vale para todos os meses do ano: cuide de você e dos que estão à sua volta.

Você não está sozinho. #setembroamarelo

Sobre o projeto OSU Pocket

O projeto OSU Pocket propõe a publicação de vídeos com músicos integrantes da Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) em uma formação com grupos menores, abrangendo repertórios com adaptações e arranjos de melodias conhecidas.

Stand by me (Ben E. King) | OSU Pocket

João Carlos Goehring (oboé)
Samuel Brisolla (trompete)
Fernando Hehl (trombone)
Sérgio Pinto (contrabaixo)

Curadoria/Arranjo/Edição de Vídeo: Ivenise Nitchepurenco

Sobre a campanha Setembro Amarelo

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo. O dia 10 deste mês é, oficialmente, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo o ano.​

São registrados mais de 13 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.​

Com o objetivo de prevenir e reduzir estes números a campanha Setembro Amarelo cresceu e hoje conquistamos o Brasil inteiro. Para isso, o apoio das nossas federadas, núcleos, associados e de toda a sociedade é fundamental.

Mais detalhes podem ser obtidos na página: https://www.setembroamarelo.com/


Cuerpo Cardinal (2020-2021), Jônatas Manzolli | Música em Movimento

“Cuerpo Cardinal” de Jônatas Manzolli (2020-2021) foi criada para que três percussionistas interagissem com percussão corporal nos seus próprios corpos e nos corpos dos outros, numa performance presencial. A partir dessa peça original, três percussionistas assumem a missão de recriar a mesma peça, mas nas condições adversas do confinamento.

Nesse vídeo, uma nova versão virtual descreve a trajetória dessas percussionistas que, situadas em três localidades distantes, Fernanda Vieira e Isadora Conte em Campinas (SP) e Daniela Cervetto em Buenos Aires, Argentina, criam um diálogo musical com todos os elementos e significados disponíveis durante o confinamento social.

Desse modo, num processo co-criativo com o autor, de outubro de 2020 a setembro de 2021, os sentidos e as dimensões sonoras contidas em espaços encalacrados se expandem para uma expressão maior, nasce um poema sonoro sobre o isolamento social que, por certo, busca transcender as limitações da pandemia da COVID19.

Sobre o projeto Música em Movimento

A Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) apresenta o “Projeto Música em Movimento”. No projeto são exploradas as várias formas de ligação entre os conceitos de música e de movimento, produzindo vídeos que envolvem artistas destas duas áreas. Entre eles temos músicos da OSU, dançarinas (os) da Unicamp e convidados especiais de outras orquestras, centros artísticos e universidades.

O projeto foi criado durante a pandemia da Covid-19 e evidencia o efeito da linguagem artística. Trocando o palco por um cômodo e o público por um celular, a arte segue rompendo barreiras.

Cuerpo Cardinal (2020-2021) | Música em Movimento

Composição: Jônatas Manzolli
Intérpretes: Fernanda Vieira, Daniela Cervetto e Isadora Conte
Edição de Vídeo: Isadora Conte